Moysés Luiz Michelon lança livro de histórias e de vida

‘Longa tarde no paiol’ trata do filho, irmão, marido, pai, avô e empreendedor

Uma trajetória que se confunde com a história do município de Bento Gonçalves. Mais do que um livro de memórias, “Longa Tarde no Paiol”, que conta a vida do empresário Moysés Luiz Michelon, traz em seus capítulos momentos emblemáticos da vida dos imigrantes italianos no município. Em 141 páginas do livro, familiares, amigos e parceiros de Moysés Luiz Michelon poderão conhecer histórias curiosas das origens, anseios e êxitos do empreendedor que há 15 anos está à frente do primeiro complexo turístico do Vale dos Vinhedos. O lançamento e a sessão de autógrafos reuniu cerca de 150 pessoas no Centro de Eventos do Hotel Villa Michelon na noite desta quarta-feira, 30 de março.

Recheada de fotos e documentos, a obra, escrita pela relações públicas Ana Inês Facchin e pelo professor, escritor e poeta Roni Dall´Igna, inicia em São Luiz da 9ª Légua, em Caxias do Sul, através do relato de um frágil e amedrontado menino que acabara de conhecer o poder da “psicologia” paterna da época. Nos capítulos seguintes, a mudança junto à família para Bento Gonçalves aos 10 anos de idade, as lições de economia e disciplina e a trajetória profissional de Michelon são episódios contados com leveza e riqueza de detalhes que foram guardados na memória ao longo de seus quase 82 anos de vida.

Foi na Capital Brasileira do Vinho que Moysés começou a demonstrar seu empreendedorismo, herdado do pai visionário, Antonio Michelon. Entretanto é da mãe, Josephina Cassol Michelon, de saúde bastante frágil, que lembra com carinho. Membro de uma família com oito irmãos, Moysés é o mais velho dos homens, precedido apenas por Olinda Michelon, que após ordenação, passou a ser conhecida como Irmã Placídia. “Longa Tarde no Paiol” rememora detalhes, como a horta cuidadosamente mantida por Antonio e Josephina e o empreendedorismo do pai Antonio à frente do Hotel Bela Vista.

Entre as tantas memórias e relatos, sem dúvida, boa parte do livro é dedicado aos 42 anos, de 1956 a 1998, à frente da Massas Alimentícias Ltda, que mais tarde passou a se chamar Isabela S/A e se tornou líder absoluta do setor de massas e biscoitos no Sul do Brasil. Além disso, estão o trabalho no Hotel Bela Vista, empreendimento da família que era localizado no centro de Bento Gonçalves, a lição de disciplina no 1º Batalhão Ferroviário, o primeiro convite para comandar uma fábrica, a presidência da I Fenavinho, a vida política, o apoio e participação a uma série de entidades sociais, representativas e empresariais locais e a experiência de dar início a um novo empreendimento aos 65 anos de idade, o Hotel Villa Michelon, instalado no Vale dos Vinhedos, que preside até o momento.

“A inspiração veio diante da dificuldade que tive em encontrar informações sobre as minhas origens. Diante disso, a publicação de minhas memórias tem como grande objetivo fazer com que as gerações futuras tenham em mãos um pouco da história de seus antepassados”, explica Moysés Luiz Michelon.

“Longa Tarde no Paiol” tem tiragem de mil exemplares e não será destinado à venda. Exemplares foram doados para a Biblioteca Pública Municipal e estão disponíveis para consulta.

  • DSC_0558
  • DSC_0705